VOCÊ, JOVEM!

(Imagem: Thinkstock)

Sem demagogia e nem clichês: é você jovem que tem o poder de mudar a realidade do seu município.

Não somos o futuro do país, somos o presente e, enquanto nós não ocuparmos esse espaço, não temos direito nenhum de reclamar a forma como nosso país vem sendo conduzido. Qual espaço? Os espaços de representatividade política. E nós podemos ocupá-los de duas formas: ou como candidatos a essas posições; ou votando e elegendo candidatos jovens para ocuparem essas posições.

Comumente vemos campanhas pelo voto jovem, aquele eleitor que tem de 16 a 32 anos. O grande problema é que na maioria das vezes, junto com esse pedido, vem uma candidatura de alguém mais velho, seja de idade e/ou de tempo na política. E não vamos aqui desconstruir os candidatos e políticos mais velhos, afinal é verdadeiro o preceito de que uma geração aprende com a outra e eles tem toda a legitimidade para disputar esses espaços, afinal vivemos em uma democracia. A grande pergunta que devemos fazer é: “quem melhor para pensar e decidir o que devo ou não estudar no ensino médio? Alguém que estava na escola há 50 anos ou há 5?”. É preciso passar o bastão nessa corrida democrática.

Jovens pensam como jovens; jovens vivem como jovens; e jovens tem sim competência para administrar um país jovem. Somos 30% do eleitorado brasileiro e devemos fazer valer esse número na representação pública. Nós que nascemos na era da internet, na era da diversidade, na era de uma nova forma de se fazer política temos que apoiar uns aos outros. Aos poucos nossa geração vem percebendo a importância de participar dos processos políticos, mas exigimos que sejam processos limpos, éticos e comprometidos. Para isso, renovação total, sangue novo! 

É hora da juventude assumir o Brasil. É hora da juventude brasileira chamar para si a responsabilidade pela transformação social, econômica e até mesmo humana. Vamos eleger jovens como nós, vamos mostrar que não somos o futuro, somos o presente do Brasil, somos o Brasil. No próximo domingo, nas eleições municipais, mesmo que você não seja jovem de idade – mas sim de ideias – vote em um jovem, assuma a sua responsabilidade!

4 respostas para “VOCÊ, JOVEM!”

  1. Perfeito
    Único modo de mudar a política viciada e corrupta do Brasil é renovar 100% dos políticos “velhos” e eleger uma nova política com “gente jovem” comprometida com ética e transparência

    1. Exatamente Regina! Uma geração aprende com a outra. Precisamos unir forçar para renovar os espaços de representação pública com gente nova e comprometida com a transformação social do nosso país. A juventude precisa ocupar o seu lugar! Obrigado pelo comentário, abraços!!

  2. Eu sou Tec. Enfermagem com especialização em enfermagem do trabalho, e não posso deixar de comenta que Sr.Eduardo Cunha desclassificou nossa classe em curtas palavras nos comparando com outro tipo de profissão.
    Temos que ter humildade pois cada um tem seu valor profissional.

    1. Exatamente por isso, Anderson, que precisamos renovar todos que aí estão. É preceito básico da democracia a alternância de poder, seja no executivo ou legislativo. Para todas as classes, profissões, grupos serem de fato representados, precisamos eleger pessoas conscientes e comprometidas com esse papel! Obrigado pelo comentário, grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *